Rachaduras na parede: como prevenir e corrigir esse problema

O que você achou dessa ideia?

Deixe um comentário

Deixe um comentário

43 Comentários

É fundamental em uma construção a observância das condições técnicas para que não aconteça problemas futuros na construção. Infelizmente quase sempre as normas técnicas não são observadas. É necessário que alguém com conhecimento para que os problemas mais complexos não apareçam. Como por exemplo fissuras nos vigamentos, colunas etc. que são graves e podem condenar toda a obra.

Elisa Paula - há 2 anos

Boa tarde Roberto,

Obrigada por acompanhar nossas publicações.

Concordamos! A supervisão de um profissional da área e alguns estudos prévios evitam os problemas futuros!

Siga nos acompanhando e enviando seus comentários, suas dúvidas e sugestões.

Atenciosamente,

Equipe Habitissimo

Pr Ildenor - há 2 anos

Faltou explicar como prevenir e corrigir esse problema.

Está no título, mas, não existe orientação no texto para corrigir o problema.

Elisa Paula - há 2 anos

Boa tarde Pr Ildenor,

Obrigada por acompanhar nossas publicações.

Conforme citado acima " Especialistas apontam que uma construção executada com uma boa técnica, bem calculada e dimensionada não deve apresentar esse tipo de problema."

Sobre a correção, as fissuras mais simples citamos acima como fazer o reparo, em casos mais severos, a avaliação do local e medidas a serem tomadas devem ser feitas por um engenheiro civil.

Siga nos acompanhando e enviando seus comentários, suas dúvidas e sugestões.

Atenciosamente,

Equipe Habitissimo

também li todo o texto mas não encontrei o que fazer.

Eric Ouwehand - há 1 mês

Achei a mesma coisa. Não explica nada neste articulo, só pra chamar um técnico. Mais em casas antigas já construído (minha tem mais de 30 anos), eles não dá dicas nenhuma.

José Alves Bispo - há 2 anos

O item "Como repará-las" está extremamente superficial. O artigo, tal como as sapatas e colunas, requer um pouco mais de profundidade.

Elisa Paula - há 2 anos

Boa tarde José!

Obrigada por acompanhar nossas publicações.

Não aprofundamos esse item pois em casos mais severos, a avaliação do local e medidas a serem tomadas devem ser feitas por um engenheiro civil.

Siga nos acompanhando e enviando seus comentários, suas dúvidas e sugestões.

Atenciosamente,

Equipe Habitissimo

Iara - há 2 anos

Interessante matéria. Quando falam em perito para avaliar as rachaduras se referem a que proofissional, exatamernte? um engenheiro?

Elisa Paula - há 2 anos

Boa tarde Iara,

Obrigada por acompanhar nossas publicações.

Um perito nesse caso seria um engenheiro civil.

Siga nos acompanhando e enviando seus comentários, suas dúvidas e sugestões.

Atenciosamente,

Equipe Habitissimo

Edson Chaves Moreira - há 2 anos

GOSTARIA MUITO DE CONTRATAR O HABITISIMO, PORÉM NO MOMENTO NÃO ESTOU EM CONDIÇOES FINANCEIRAS. MAS, QUE GOSTARIA, ISSO EU QUERIA.

valeu ,boas dicas para corrigir trincas e sua identificação.

Silvano - há 2 anos

Muito boa essa matéria ,afinal lidamos com isso em muitas obras que reformamos .por isso um profissional habilitado é essencial na hora de ser contratado .

Sandra - há 2 anos

Muito bom, ajuda a ficarmos atento a nossa construção.

Malu - há 2 anos

Ótimas dicas. Seguirei.

Jucilaine - há 2 anos

Muinto interessante foi muinto útil

Anselmo1vieira - há 1 año

As técnicas apresentadas são aplicáveis a fissuras/trincas inativas. No entanto existem fissuras ativas (parede de alvenaria de tijolo que serve de biela, p.ex. em edifícios muito altos) que abrem e fecham. Como fazer?

Anselmo1vieira - há 1 año

Apesar dos meus mais de 70 anos de idade, investigo fissura e estou a tentar dimensionar o tamanho das reparações de uma das técnicas "a reabilitação em ponte" de fissuras ativas. Alguém pode indicar literatura?

Barbara - há 1 año

Bom dia Anselmo,

Obrigada por acompanhar nossas publicações e por enviar suas dúvidas para que possamos ajudá-lo. Vemos que em seu caso será mais útil que outros usuários e profissionais possam te ajudar respondendo sua pergunta. Em nossa web temos a seção “Pergunte aos Especialistas”, onde poderá consultar qualquer dúvida relacionada ao setor de obras, reformas e arquitetura e as respostas serão muito mais rápidas: perguntas.habitissimo.com.br/reformas

Atenciosamente,

Equipe Habitissimo

Elsa Regis - há 1 año

Em momento propício.

Silvana Badaro - há 6 meses

aqui casa minha mãe fissuras rachaduras toda parte e sobrado chão e a assoalhos so Deus segurar. Eu venderia construtora com dinheiro eu comprar casa nova.

Manuel Marques de Vargas - há 6 meses

Boa tarde bem esclarecedor.

Gostei muito!

Luciano Kaminski profissional de Kaminski & Kostetska Engenharia - há 6 meses

Achei fraco o desenrolar da reportagem, o cabeçalho dá uma idéia de solução realmente, quando você termina a leitura, repara que só foi apresentado os tipos de rachaduras, e no ítem solução, muito superficial, pontuei e coloquei regular, pela explicação dos tipos de rachaduras, mas a resolução do problema realmente, horrível.

Maria Beatriz Martins - há 6 meses

Não houve menção `as fissuras ocasionadas por trepidaçao no solo.

Estou preocupada com um inquilino que está com muita bagagem dentro de um espaço do andar de cima da minha residência.

Ele ocupa um lado todo de frente a fundo e tem muita bagagem. Tenho me preocupado com uma rachadura que apareceu no hall da casa.

Já receio que deverei chamá-lo para orientar na arrumação dos seus móveis.

O que Vocês me aconselham?

Com agradecimentos, Norma

P.S. -MUITO BOAS AS ORIENTAÇÕES DA REPORTAGEM;

S chocair - há 6 meses

Sim, chame-o. Já ouvi de pisos cedendo em edificios por conta de excesso de moveis pesados como pianos e armários muito grandes e pesados, mercadorias estocadas, etc. Se não há rachaduras em mais nenhuma unidade, sendo isso somente na sua, e se o seu inquilino tem 'coisas demais' dentro de casa, e pesadas, é preciso notificá-lo que o Condominio não permite isso (vide antes a Convenção Geral junto ao Sindico do prédio, porque deve haver algo a respeito para dar apoio para que possa interferir junt ao seu inquilino).

Jorge - há 6 meses

O que causa fissuras verticais, horizontais e inclinadas?

S chocair - há 6 meses

É justamente o que a reportagem tenta esclarecer.

José Adilson Simões - há 6 meses

Gostaria de receber a visita de um especialista para um parecer técnico sobre rachaduras, fissuras e cedimento de piso.

Mario Ikeno - há 6 meses
Daiane - há 6 meses

isso significa que precisamos acompanhar a execução das obras e dimensionar

S chocair - há 6 meses

O meu apto de praia, no primeiro andar de 5 andares de construção, tem apresentado rachaduras, uma delas bem profunda, mas nenhuma delas parece que alcança as paredes externas, sendo que se apresentam apenas interiormente pelo que noto. O zelador, que alí trabalha há 23 anos diz que elas, essas rachaduras, sempre existiram naquela unidade (e noutras), mas que nunca ocorreu nada além disso, elas simplesmente são cobertas/consertadas pelo proprietário e pronto. O edificio tem aproximadamente esse tempo, quase 30 anos de levantado. A rua é calma, asfaltada, sem grande flux de veiculos, etc., e não parece que as construções dos prédios vizinhos afetou em nada o prédio, mas estou insegura e confusa, enfim o que devo fazer? Não desejo contratar um 'perito' a estas alturas, etc., pois sei que esse tipo de investigação custaria algum dinheiro. O que devo fazer? Confiar no zelador, verificar de fato isso gastando com um especialista, ou meramente vedar as rachaduras? Dizem que primeiro andar é sempre isso, rachaduras. Não sei se é verdade. O que acham?

José Luiz Francis - há 6 meses

Sou Engenheiro de cálculo estrutural e verifico q os conceitos emitidos são pertinentes .. Secpidrr gostaria de ser parceiro .. Enfim ótimo veículo de trabalho de temas setoriais ditos de forma popular..

Janaina Almeida - há 1 mês

José Luiz, boa noite. Você é do RJ? Preciso de um profissional para avaliar rachaduras e orientar como corrigí-las.

Idéias que trazem informações importantes, são sempre úteis e esclarece muitas dúvidas e serve de alerta pra muita gente!

Roberto Gomes de Souza - há 6 meses

Bom esclarecimentos.

Clodoaldo - há 6 meses

Muito interessante este assunto, gostei bastante das informações aqui detalhadas sobre o mesmo.

Ana - há 6 meses

Essa matéria foi muito esclarecedora. Obrigada por compartilhar conosco.

Jandir Teixeira - há 6 meses

OLA BOA TARDE. MEU NOME É JANDIR TEIXEIRA, SOU TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES E ATUO NO MERCADO A MAIS DE QUARENTA ANOS. ACHEI AS ORIENTAÇÕES EXTREMAMENTE VÁLIDAS. POIS, O PRIMERO PASSO AO INICIAR UMA FUNDAÇÃO, É CONHECER O TIPO DO SOLO. UM SOLO FIRME É A BASE PARA UM BOM ALICERCE.

Silvia - há 6 meses

Observei uma trinca que vazava de uma lado a outro da parede. O pedreiro informou que ocorreu por não terem "chapiscado". Procede? Não há muito peso sobre essa parede, já próxima ao teto/ telhado (que é embutido).

Maria - há 6 meses

Achei muito válido o esclarecimento

Alexandre Santos - há 6 meses

Excelente material, fissuras são uma preocupação constante para quem constrói, se conhecermos mais sobre o assunto sera mais fácil evitá-las. Obrigado.

Gilson Morgan - há 6 meses

Era o q eu precisava mesmo a tempo.

Luiz Junior - há 1 mês

Interessante a matéria. Eu estive procurando um profissional para um avaliação exatamente desse problema na minha casa há um tempo por aqui. Uma pena que a pessoa que me procurou não foi profissional. Ele reclamou comigo que teve que pagar para pegar meu pedido e queria cobrar uma taxa de 'gasosa', como ele mesmo disse, pra ir lá em casa ver. Ainda estou com o problema lá sem solução, infelizmente.

Jose Gavazi - há 1 mês

Excelente matéria. para leigos que nada conhecem sobre edificação, as informações foram de extrema utilidade. parabéns a equipe que a produziu. nota 10

Francisco - há 1 mês

Na minha opinião faltou os detalhes do material que sera usado para fazer o conserto.

Marta - há 1 mês
Luciano - há 1 mês

Boa, direta e sem rodeios! Muito bom para quem tem esse problema! ????

Eder Casal - há 1 mês

Esclarecedor.

Ivone Madeiro - há 1 mês

Achei otima a ideia

Esclareceu umas dúvidas que eu tinha a respeito de frisuras

Raiqui Suarez Sanchez - há 1 mês

Sempre procure o Engenheiro Civil ou Arquiteto que projetou a obra ,o outros, eles são profissionais treinados, experientes, e podem fornecer uma solução com base em critérios

ou padrões técnicos

Jorge luiz jucá soares - há 17 dias

Considero oportuna a matéria, porém poderia ser mais didática e prática. Minha sugestão é que se complemente o alerta, como forma de ajudar proprietários, leigos, corretores de imóveis a emitir um alerta as autoridades de que algo muito sério poderá ocorrer. Os proprietários e corretores poderiam e deveriam saber de forma objetiva que sinais precisam de uma ação urgente. Quantas tragédias recentes poderiam ter sido evitadas... Há alguns sinais que se poderia internalizar como "estalos", "rachaduras oblíquas que aumentam", empenos, estufamentos, corrosão expostas,... A contratação de um Engenheiro, perito estrutural não está ao alcance de todos, mas a informação sim...

Você pode pedir orçamento de Reforma de Fachadas